PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

segunda-feira

Obama quer obter acordo sobre dívida dos EUA em dez dias

oi em meados de maio que os Estados Unidos atingiram o seu limite de endividamento. Se o Congresso norte-americano não aprovar até 2 de agosto um aumento do teto da dívida acima dos 14,3 biliões de dólares (10,02 biliões de euros), o Governo Federal pode entrar em incumprimento. O que acabará por acarretar consequências “imprevisíveis” para os mercados e para a economia global, na fórmula da própria Casa Branca.

O Presidente norte-americano esteve reunido na noite de domingo, durante cerca de 90 minutos, com os principais dirigentes da Câmara dos Representantes, de maioria republicana, e do Senado, dominado pelos democratas. À entrada para o encontro, Barack Obama foi questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de conseguir um acordo “em dez dias”. “Precisamos de o fazer”, respondeu.

O encontro acabou sem notícia de entendimento. Obama torna a reunir-se esta segunda-feira à tarde com os legisladores. Antes disso, dará uma conferência de imprensa, a segunda em menos de duas semanas que a Casa Branca dedica às discussões sobre a dívida pública norte-americana.