PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

quarta-feira

Flamengo bate o São Paulo e alcança a vice-liderança do Brasileiro

Em uma partida onde a pressão rubro-negra acabou levando a melhor sobre o fraco desempenho do tricolor paulista, o Flamengo conseguiu bater o São Paulo por "apenas" 1 a 0, nesta quarta-feira, no Engenhão, em jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, e alcançou a terceira vitória seguida na competição.

Sufocando o rival na maior parte do jogo, o Flamengo manteve a invencibilidade no Brasileiro graças ao gol do argentino Bottinelli, aos 26 minutos do segundo tempo. O volante Aírton, que estreava com a camisa rubro-negra, pouco produziu em campo. Com o resultado, o Flamengo alcança a vice-liderança da competição, com 16 pontos, três a menos que o líder Corinthians. Já o São Paulo cai para o terceiro lugar, com 15 pontos.

Na próxima rodada da competição, o Flamengo vai fazer o clássico contra o Fluminense, no Engenhão. Já o São Paulo jogará em casa contra o Cruzeiro.

O jogo - A partida começou bastante movimentada e o São Paulo teve o primeiro perigo de gol, após cobrança de falta, com a cabeçada de Jean, aos dois minutos. Aos seis, outro lance de falta e Dagoberto por pouco não abriu o marcador. Encontrando muitas dificuldades, o Flamengo conseguiu o primeiro lance de perigo aos dez minutos com Thiago Neves, que mandou uma bomba, passando perto do canto direito de Rogério Ceni. Um minuto depois a resposta tricolor, após belo lançamento de Marlos para Fernandinho, obrigando Felipe a fazer uma defesa difícil.

Melhor atleta do rubro-negro em campo, o meia Thiago Neves protagonizou um lindo lance aos quinze minutos. Após cruzamento de Ronaldinho Gaúcho, o camisa sete da Gávea deu uma meia bicicleta que acabou passando por cima da meta rival. O Flamengo, aos poucos, mostrava estar gostando da partida. Prova disso foi a bola na trave, aos 20 minutos, após cobrança de escanteio de Ronaldinho Gaúcho.

Aos poucos, o São Paulo voltava a equilibrar a partida, mas mostrava insegurança no setor defensivo. Mais uma vez o camisa 10 rubro-negro levou perigo ao gol de Rogério Ceni, após boa cobrança de falta aos 25 minutos. Três minutos depois, o astro do Flamengo perdeu um gol incrível, após receber passe de Léo Moura.

O tempo ia passando e Rogério Ceni continuava sendo sufocado pelo bom ataque rubro-negro. Aos 32 minutos, o lateral Junior Cesar penetrou na área e soltou uma bomba. Com o pé, o goleiro são-paulino salvou mais uma na partida. No final da primeira etapa, o Flamengo ainda teve mais uma chance de fazer o primeiro tento da partida, com Thiago Neves de falta, aos 41 minutos, mas o 0 a 0 se impôs no marcador.

Assim como no final da primeira etapa, o Flamengo iniciou o segundo tempo sufocando os são- paulinos. Com apenas um minuto, Ronaldinho Gaúcho recebeu livre na área, mas chutou a bola para o lado de fora, perdendo uma chance incrível. Aos cinco minutos mais um lance de perigo para o Flamengo, novamente com Ronaldinho, que entrou na área, mas acabou sendo derrubado pelo meia Wellington. O camisa 10 chegou a reclamar de pênalti, ignorado pelo árbitro.

E o Flamengo mostrava ser o dono da partida. Em dois belos lances, o atacante Deivid perdeu a chance de abrir o marcador. Aos oito, com uma batida cruzada defendida por Ceni, e aos 11, com um chute colocado, que foi salvo por Rodrigo Souto em cima da linha.

A partir dos 20 minutos, o rítmo da partida caiu, o São Paulo mostrou uma certa melhora, principalmente com a entrada de Rivaldo, mas o Flamengo continuava superior. De tanto insistir, o rubro-negro conseguiu abrir o marcador, aos 26 minutos. Após cruzamento de Negueba, Thiago Neves conseguiu um belo corta-luz e o argentino Bottinelli colocou no canto esquerdo de Rogério Ceni, que apenas ficou olhando a bola entrar.

Após o gol rubro-negro, um fato acabou assustando a todos que estavam no Engenhão. Em um lance de jogo, o meia-atacante Marlos e Felipe acabaram se chocando. O goleiro rubro-negro acabou levando a pior e chegou a ficar desacordado, o que deixou os atletas nervosos em campo. Após atendimento médico, Felipe conseguiu se recuperar.

Mesmo com uma certa tranquilidade após o gol, o Flamengo passou um susto aos 43 da etapa final, com um lance de perigo de Dagoberto, mas os três pontos já estavam garantidos