PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

domingo

Sem surpresas, Vettel vence em Valência e dispara na liderança


Nem as mudanças de regulamento impediram o alemão Sebastian Vettel de ter mais uma prova tranquila e vencer o GP da Europa, em Valência. O triunfo é o sexto da temporada em oito corridas, deixando o piloto da Red Bull com 186 pontos, 77 a mais do que os segundos colocados no campeonato, Jenson Button e Mark Webber.
A mudança no regulamento, que impediu mudanças no mapeamento dos motores entre treino de classificatório e a corrida, não tirou o primeiro lugar de Vettel no grid, posição que permaneceu com o alemão durante quase toda a prova, já que a liderança só foi perdida durante as paradas nos boxes.
O segundo colocado foi Fernando Alonso, que conseguiu, após insistir muito durante toda prova, ultrapassar Webber na estratégia, deixando o australiano na terceira posição. Hamilton manteve a posição de largada e terminou em quarto.
Felipe Massa, chegou a ficar à frente de Hamilton, mas um erro da equipe Ferrari na segunda troca de pneus acabou deixando o piloto na quinta posição. Jenson Button, da McLaren, foi o sexto colocado. O brasileiro Rubens Barrichello terminou na 12ª posição.
Depois da prova espanhola, a Fórmula 1 terá a disputa da nona etapa no histórico circuito de Silverstone, na Inglaterra, no dia 8 de julho.
A prova
O grande destaque da largada foi Felipe Massa, que aproveitou um espaço entre Hamilton e Alonso e ultrapassou os dois, chegando a ficar momentaneamente em terceiro. Contudo, ao tentar ultrapassar Mark Webber, o brasileiro acabou sendo superado por Alonso.
Com três voltas, Sebastian Vettel já havia aberto mais de 2s para Webber, o segundo colocado. E mesmo com duas zonas para utilização de asas móveis, as ultrapassagens não ocorreram com a frequência esperada.
Na décima volta, Pastor Maldonado abriu a primeira rodada de trocas de pneus e logo foi acompanhado por Heidfeld, Barrichello e Kobayashi.
Entre os líderes, Mark Webber foi para os boxes na 14ª volta, o que deixou Alonso na vice-liderança. Vettel e Alonso trocaram os pneus na volta seguinte, fazendo o piloto brasileiro da Ferrari ocupar a liderança por uma volta. Contudo, por ficar um pouco mais na pista, o desgaste de pneus deixou Massa mais lento e o brasileiro acabou perdendo a posição Lewis Hamilton.
Alonso, após pressionar boa parte da prova, passou Webber pela primeira vez na 21ª volta, com ajuda da asa móvel. Na volta 29, porém, Webber antecipou a segunda parada o que garantiu ao australiano a retomada da segunda posição de Alonso.
Na volta 32, foi a vez de Felipe Massa trocar os pneus pela segunda vez. Contudo, a Ferrari errou e fez o brasileiro perder mais de 4s no pit stop. A falha fez o piloto se distanciar de Hamilton e ser ameaçado por Jenson Button. Por outro lado, Alonso se valeu da estratégia e conseguiu dar o troco em Webber na terceira parada nos boxes e retomar a segunda posição.
Nas últimas voltas, Vettel conseguiu manter Alonso distante e cruzou a linha de chegada sem problemas. Massa ainda tentou diminuir a desvantagem para Hamilton, mas não foi rápido o bastante e acabou em quinto