PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

terça-feira

Mais um trabalhador rural é assassinado no Pará

Mais um trabalhador rural foi morto na Região Norte do País. De acordo com a Comissão Pastoral da Terra (CPT), Obede Loyla Souza, de 31 anos, foi morto com um tiro no ouvido no último dia 9. O corpo dele foi encontrado na cidade de Tucuruí, no Pará, considerada uma das principais áreas de exploração ilegal de madeira da região. Não há informações sobre as razões que levaram à morte de Souza, segundo a CPT. Entretanto, testemunhas disseram que no início do ano o trabalhador rural discutiu com representantes de madeireiros na região. As informações são da Agência Brasil.

Segundo informações obtidas pela CPT, no dia do assassinato de Souza, uma caminhonete de cor preta, com quatro pessoas, entrou no Acampamento Esperança, onde o agricultor morava. O presidente do Projeto de Assentamento Barrageira e tesoureiro da Casa Familiar Rural de Tucuruí, Francisco Evaristo, afirmou que viu o veículo e considerou o fato estranho. Assim como Souza, Evaristo é um dos ameaçados de morte em uma lista com mil nomes, segundo a CPT. O documento já foi entregue às autoridades brasileiras e também estrangeiras.

Uma onda de violência atinge a Região Norte do Brasil. No dia 24 de maio, o líder extrativista José Cláudio Ribeiro da Silva foi morto junto com sua mulher, Maria do Espírito Santo, em Nova Ipixuna, no Pará. Quatro dias depois, o agricultor Eremilton dos Santos foi assassinado a tiros na mesma região. No início deste mês foi morto o lavrador Marcos Gomes da Silva na zona rural de Eldorado dos Carajás.