PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

sábado

Luxemburgo diz que blindagem fez o Flamengo dar a volta por cima

O técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, não quis saber de alimentar novas polêmicas sobre Ronaldinho Gaúcho. As vaias da semana passada e as acusações de que o craque estaria na noite foram minimizados pelo treinador após a vitória de 4 a 1 sobre o Atlético-MG, na noite deste sábado, no Engenhão. Luxemburgo foi incisivo quando lhe perguntaram se o resultado seria um “cala boca” nas críticas sobre o ambiente no clube.

“Vencemos porque trabalhamos para vencer. Escuta uma coisa: não tem essa de vitória para abafar a crise. Tem muita crise que fica só na parte externa. Na parte interna, a gente sabe como agir. Na parte

interna, a gente não as absorve. Sabemos trabalhar e não deixamos as críticas entrarem. O que foi dito esta semana, a gente não levou para dentro do dia a dia. Ficou aí fora. Lá dentro, estas informações não entraram”, discursou Luxemburgo, afirmando que o elenco foi blindado para que o ambiente não ficasse mais conturbado.

O treinador lembrou o discurso usado na sexta, ao dizer que, se fosse no passado, teria entrado em rota de colisão com o camisa 10, assim como fez com Romário, em 95, quando acabou sendo demitido. Os problemas foram resolvidos internamente.

O treinador, no entanto, admitiu mais uma vez que o craque cometeu excessos (vida noturna). Mas contou que ambos encontraram a melhor forma para se trabalhar e os resultados aparecerem.

“O equilíbrio. Ele cometeu excessos, e sabe disso. Conversamos e chegamos a um resultado. O equilíbrio será o melhor caminho”, disse o treinador, para, em seguida, elogiar o craque. “Nós fizemos um planejamento para ele (Ronaldinho) melhorar nesta fase do campeonato. Daqui a pouco já teremos jogos aos domingos, quartas e domingos. Treino não faz bem a ele, os jogos fazem. Então ele vai jogar mais e vai melhorar”.