PESQUISA AVANÇADA E EXCLUSIVA DO GOOGLE

sexta-feira

Gaddafi promete derrotar Otan e diz que irá resistir até a "bombas nucleares"

Cinegrafista registra os momentos seguintes aos bombardeios da Otan sobre bairros no sul da capital Trípoli

A televisão estatal da Líbia divulgou nesta sexta-feira (17) um áudio no qual o líder Muammar Gaddafi promete derrotar a Otan (aliança militar do Ocidente), que tenta tirá-lo da capital, Trípoli. A emissora de TV informou que o discurso era um “telefonema do irmão do líder em 17 de junho”, embora isso não possa ser verificado.

- Esta é a primeira vez que eles estão enfrentando uma nação de milhões armados. Eles serão derrotados.

No pronunciamento, o ditador chama os rebeldes de “traidores” e “covardes”. Desde fevereiro, insurgentes tentam expulsá-lo do poder e já dominaram boa parte do território leste da Líbia, montando quartel-general na cidade de Benghazi, a segunda maior do país.

Gaddafi afirmou que irá resistir aos bombardeios da Otan até as circunstâncias mais extremas.

- Estamos em nosso país e estamos determinados a ficar e defendê-lo. Vamos ficar. Deixem-nos usarem até bombas nucleares.

Otan retoma bombardeios e conflito se intensifica no oeste do país

Nesta sexta-feira, aviões da Otan voltaram a bombardear Trípoli, em particular um bairro no sul da capital e também na região de Kikla, a 150 km da cidade.

Também nesta sexta-feira os rebeldes líbios trocaram tiros de artilharia pesada com as forças leais a Gaddafi perto da cidade de Zlitane, no oeste do país. O confronto vem se intensificando na região à medida que os rebeldes tentam conquistar terreno em direção à capital Trípoli.

Segundo os insurgentes, pelo menos dez civis morreram e cerca de 40 pessoas ficaram feridas por causa dos bombardeios do Exército líbio sobre Misrata nesta sexta-feira. Misrata é a terceira maior cidade da Líbia e palco de alguns dos piores confrontos no oeste do país, que continua sob domínio do ditador.